Sobre mudanças…

tumblr_o7gf0y6TXc1s03ffzo1_400

Seja ela qual for, toda mudança exige esforço, ainda mais quando se é para melhor. Sair de onde estamos para alcançar algo melhor é trabalhoso, mas é importantíssimo pára nossa vida. É assim que crescemos!

Aquele que não está disposto a mudar, quer passar a imagem que é perfeito e está ótimo do jeito que está. Isso não é verdade! Sempre há o que melhorar. Querendo ou não, você precisa estar mudando sempre senão fica para trás. O tempo está em constante mudança! Vendo aqueles filmes e novelas de época é possível ver como as roupas eram diferentes, hoje em dia se uma pessoa passar na rua vestida desse jeito vai causar estranheza. Não estamos acostumados a ver alguém de princesa da Disney por aí! Se você usar as gírias que seu avô falava quando jovem (as vezes fala até hoje) vai ser motivo de risada no meio dos seus amigos. Tudo muda! E quem não acompanha essa mudança fica atrasado.

Eu sei que a nossa tendencia é ficar parado na mesma e se conformar com nosso estado atual. Como já dizia Newton: “Por inércia, um corpo em repouso tende a continuar em repouso”. Sua primeira lei se aplica bem à nossa situação! Só que temos que nos policiar para não entrarmos no conformismo e acharmos que está tudo bem. Na verdade, sua situação pode até estar boa e comoda, mas sempre há mais para ir atrás.

O mesmo ocorre com as coisas da fé. Ressalto, coisas da fé, não da religião, as duas são coisas bem diferentes. Você só está pronto para algo maior quando aceita a mudança, afinal de contas, é essa a proposta do Espírito Santo! Ele muda tudo dentro do seu ser. Te transforma na melhor versão de você mesmo! 2.0! Só que quem dá o primeiro passo somos nós. Nos propondo a mudar e o próprio Deus nos ajuda nesse processo.

Não perca tempo, aceite essa mudança para melhor o quanto antes…

Se libertando do sentimento de culpa

culpa

O sentimento de culpa serve como uma âncora para as pessoas que o carrega. Você faz algo errado e automaticamente se condena, com o pensamento de que não há nada que lhe dê jeito. Talvez você parta em uma busca sem fim de redenção, ou então apenas pare no tempo estagnado no mesmo instante em que você falhou, revivendo aquilo de forma torturante.

Culpa é responsabilidade por dano, mal ou desastre causado a algo ou alguém. Ela existe e, por consequência, recai sobre uma pessoa ou alguma situação. O problema começa quando a pessoa culpada resolve se condenar, como se o passado pudesse ser mudado. Pode ser que dê para reverter o dano causado pelo erro, só que o erro em si já aconteceu.

Quando alguém se culpa por uma falha acaba tendendo a se martirizar. Pensamentos sobre como deveria ter sido, como poderia ter sido ou quem foram os prejudicados inundam a cabeçado individuo. Quando a pessoa percebe que nada pode ser feito e não encontra uma solução, começam novas levas de pensamentos: os que dizem que ela não é capaz, que ela não pode, não dá, não é digna, não consegue etc.

Mas a questão aqui é outra. O que fazer então quando erramos?

É simples! Podemos aprender! Enquanto percorremos nosso curso na vida podemos cometer erros e tropeçar pelo caminho, só que ao invés de pararmos de caminhar para lamentar, pensando no que poderia ser sido se fosse diferente, podemos focar em não mais pisar nos lugares em que tropeçamos.

Talvez você não saiba, mas Abraham Lincoln perdeu 5 eleições antes de se tornar presidente, e hoje tem até um memorial em sua homenagem em Washington. Sabia que Walt Disney não conseguia se fixar em emprego de cartunista nenhum, sendo demitido por falta de ideias e de imaginação? Bom, o Mickey discorda!

Agora pense se eles, e outros tantos, houvessem desistido por causa da culpa de terem falhado…

Focar adiante e seguir em frente é a melhor opção. Sempre haverão aqueles que irão te julgar,  e até te condenar, mas não importa. O Único que tem esse poder em mãos não condena a ninguém, muito pelo contrário, sempre está disposto a nos dar uma nova chance.

Se Deus, que é perfeito, nos perdoa quando nos arrependemos de verdade, quando procuramos não andar errando, quem somos nós para não nos perdoar? Quem é você para não se perdoar?

A culpa te inutiliza e te faz continuar errando, que é exatamente aquilo que o culpado menos deseja. O passado não pode ser mudado, mas o futuro aguarda você fazer as escolhas certas. Pode ocorrer de você escolher errado de novo, só que a probabilidade é menor, e ela continua a diminuir conforme cresce o aprendizado.

Foque nas escolhas do seu futuro, aprenda com os erros do passado e dê um chute na culpa do presente! Só ha um que deseja te ver com isso, e com certeza não é Deus…

Sobre o filme Horas Decisivas

FinestHours1334ec59

Horas Decisivas, confesso, não é um daqueles filmes que de cara me chama a atenção, mas que mesmo assim passa uma mensagem muito interessante sobre comportamento e atitudes, a qual foge da grande parte das produções exibidas atualmente.

 Baseado em uma história real, o filme retrata uma tempestade que atingiu o leste dos Estados Unidos em 1952, levando o navio-tanque SS Pendleton a partir-se em dois, deixando uns 30 marinheiros a bordo de uma das partes. A história segue focando os dois protagonistas: O engenheiro Ray Sybert e o capitão da guarda costeira Bernie Webber.

É perceptível durante o filme ver como Sybert se dá bem com as máquinas, o que diverge da sociabilidade dele com a maioria dos outros marinheiros. Entretanto, cabe ao engenheiro superar esse probleminha e aprender a dirigir os seus companheiros, usando suas habilidades para manter todos vivos a espera de um improvável resgate pelo maior tempo possível.

Já Bernie é um homem frustado devido a um resgate mal sucedido no passado. Hesitante, desconfiado e até inseguro, acaba ficando na sua responsabilidade a missão de salvar os marinheiros sobreviventes do SS Pendleton. O capitão então enfrenta seu trauma, além de inúmeras palavras de duvida, para resgatar aqueles homens.

É interessante ver como, mesmo sem sequer saber da existência um do outro ou terem o mínimo traço parecido de personalidade (a não ser, claro, a falta de habilidade de saber se expressar), Sybert e Bernie trabalham quase em sincronia para que o maior número de vidas sejam salvas.

O final é totalmente esperado, não há surpresas ao vermos o salvamento enfim acontecendo. Talvez o enredo nem tenha sido feito para surpreender em seus últimos minutos, mas sim focar no que foi necessário ser realizado para que esses últimos minutos acontecessem.

Ambos protagonistas superam suas dificuldades interiores e exteriores ao focarem na missão. Se esqueceram do que achavam deles, ou no que iriam falar posteriormente. Só havia um objetivo ali: salvar!

Acredito que todos temos um pouquinho de Sybert e Bernie dentro de nós (sinto-me propenso a dizer que tenho um pouquinho a mais). Carregamos medos, traumas, complexos, enfim. Isso é natural. Só não podemos permitir que isso tudo nos impeça de alcançar nosso objetivo!

Segue abaixo o trailer do fime:

O que todo ser humano precisa!

amigos-abraçados

É meio estranho, até para mim mesmo, eu falar sobre isso. Quem me conhece sabe que sou mais reservado do que extrovertido (As vezes, até antissocial rs), entretanto seria burrice minha negar a necessidade que temos um do outro. Não existe crescimento pessoal na solidão. É como diz o livro bíblico de Eclesiastes:

“Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Pois se caírem, um levantará o seu companheiro; mas ai do que estiver só, pois, caindo, não haverá outro que o levante.” 

(Eclesiastes 4:9,10)

Quando há outras pessoas ao nosso redor acabamos aprendendo, absorvendo de forma inconsciente o que elas são. Existe uma frase que diz que somos a média das 5 pessoas com as quais mais passamos tempo. Daí vem a importância de analisarmos quais as influencias que aqueles que estão mais próximos de nós nos passam.

O fato é que você não cresce sozinho, mas em conjunto. Se você está sozinho, com certeza existem partes suas que não evoluem, ficam estacionadas no tempo. Quando o texto bíblico diz que dois têm a melhor paga do seu trabalho, quer dizer que duas pessoas fazem mais em menor tempo do que aquela que está sozinha.

E se você, ao contrario de mim, for aquela pessoa mais solta e repleta de pessoas ao seu redor, pode pensar assim: “Então, já estou no caminho certo!”. E é aí que você se engana! Não basta apenas ter pessoas que querem o seu bem a sua volta, mas é necessário que você venha ter a sensibilidade de aprender com elas.

Cada um possui um jeito. Cada um tem a sua individualidade, suas qualidades e seus defeitos. E é observando tudo isso que aprendemos e crescemos. Se acertamos, aprendemos. Se erramos, aprendemos mais ainda. Se erramos com o outro, adquirimos conhecimento. Se o outro erra conosco, também adquirimos. Aprender com o próximo é questão de escolha!

Portanto, em todos os sentidos da nossa vida se vê a necessidade de termos pessoas à nossa volta. Isso é uma necessidade básica de todo ser humano. Ninguém é completo sozinho, tampouco consegue o sucesso. E se um quase ermitão como eu consegue entender isso, acredito que qualquer um consegue.

Que sentido tem essas festas?

crianca-duvida

O natal passou, o Ano Novo já está quase aí e, infelizmente, continuo vendo esperanças infundadas nas pessoas. Pode até parecer pessimismo, só que não é. Eu creio que 2016 será um ano bom, mas porque eu o farei ser assim, aplicando aquilo que aprendi nesse 2015.

O erro que vejo na maioria exorbitante das pessoas é achar que as coisas boas virão espontaneamente para suas vidas pelo simples fato de que o ano vai mudar. Se você pensa assim, sinto lhe informar, mas o tempo não sabe que o ano está virando (e mesmo se soubesse, acredito que não ligaria). As consequências daquilo que fizemos ainda cairão sobre nós, sejam elas boas ou ruins. Não são apagadas por causa da mudança de ano.

É como aquelas pessoas que gastam horrores no natal presenteando até aos que não gostam delas, se endividam de todas as formas possíveis comprando coisas que nem vão precisar de verdade e ainda esperam um bom próximo ano. Só que em Janeiro as contas chegam e elas se veem apertadas logo no começo.

Um colega me perguntou como eu passaria o natal esse ano e ficou meio surpreso quando respondi que seria dormindo. E foi o que eu fiz (ou tentei fazer, meus vizinhos colocaram todos os estilos de música dos quais não sou muito fã no último volume…). Já passei natais como a maioria faz, com presentes, árvore e comida que só pode ser ingerida depois da meia-noite, mas não sinto falta disso. O que vale é a companhia da família e daqueles que realmente se importam comigo. E foi assim que aconteceu.

Não ganhei presentes materiais, porém ganhei algo que é bem melhor do que qualquer coisa desse gênero. Ganhei um aprendizado de alguém especial! O melhor presente que poderiam me dar, pois aquilo que é material, cedo ou tarde, se vai ou não vai ter mais utilidade. Já um aprendizado eu levo pra minha vida toda. É algo que ninguém poderá me tirar.

Por isso, pense bem. A intenção do natal pode até ser legal, mas não é muito inteligente. Tem toda aquela coisa de se importar com o próximo que só é lembrada no final de ano, ou a história do nascimento de Jesus que foi provado por historiadores ser em meados de março/abril, e até mesmo a reunião dos familiares em que todos se alcoolizam, ficam fora de si e nem aproveitam a companhia um do outro (e isso quando não saem brigas, magoas e desavenças).

Não condeno quem faz dessa forma, só é algo que não faz sentido pra mim. Só analise se faz para você…

Sendo influenciado…

Father and son on a pier relaxing together

Não tem quem diga nesse mundo que não é influenciado por alguém ou algo. Crescemos, na maioria dos casos, influenciados por nossos pais, depois por nossos colegas de escola, de trabalho, enfim, por todos os que estão em nosso ciclo de convivência.

Só que essas influências possuem grande poder sobre nós. São elas que ditam quem somos, pois acabamos usando-as como referências, mesmo que de forma inconsciente. E o que não faltam são pessoas que se atrapalham na vida por usarem essas referências de pessoas erradas.

Então o que fazer para não ser influenciado?

É simples! Não há o que fazer! Para não ser influenciado você precisaria viver só nesse mundo, sem nada para te distrair. E é óbvio que isso não é possível.

O fato de receber influência é consequência de viver nesse mundo, é algo natural. O real problema está em quais influencias aceitamos receber. Ninguém é influenciado sem consentimento, sem querer. A dona influência até pode se passar despercebida, mas só porque não há empecilhos para ela.

E não são somente as pessoas que são capazes de nos influenciar, mas também tudo o que ouvimos, lemos e assistimos. Músicas, filmes, séries, vídeos, noticias, livros, entre tantas outras coisas. Tudo o que nosso cérebro absorve é influência.

Ter personalidade não quer dizer que você não sofra influencia de nada, e sim quer dizer que você é seletivo quanto aquilo que você recebe de influência.

As influências que recepcionamos nos guiam em nossas escolhas. Elas mudam nossas atitudes e e nossa forma de fazer as coisas. Se você é mal influenciado, acabara realizando más escolhas. É consequência! Daí vem a importância de analisarmos sobre tudo o que recepcionamos de informação, tudo o que absorvemos de influência.

Lembre-se: você escolhe o que recebe de influência, e isso define o que você é!

2 passos para vencer o que é maior que você!

mãosnopenhasco

Já ouvi muitas pessoas alegarem possuir dificuldades que não conseguem vencer, as quais são maiores que elas. Pode ser que você seja mais uma dessas pessoas que diz a si mesmo que o que está acontecendo não pode ser revertido e não há o que fazer a respeito.

Só que isso depende…

Depende exclusivamente de você! De como você enxerga essa dificuldade. Se você vê isso que está enfrentando como algo impossível de superar, realmente será impossível você vencer.

“Ah, eu não consigo parar com esse vício porque ele é mais forte que eu!”

“Não posso superar esse trauma pois ele foi muito ruim!”

“Sou tímido, nervoso, orgulhoso, não posso mudar já que esse é o meu jeito!”

Esses são pensamentos de conformismo, são uma forma de tentar viver com o seu problema. E são tais pensamentos que formam uma barreira para conseguir se livrar da dificuldade que está bem debaixo do seu nariz.

Talvez você seja um daqueles que dizem: “Eu já tentei de tudo e nada deu certo”. Já tentou de TUDO?! De TUDO? Eu duvido (mas muito mesmo) que você já tenha tentado de tudo.

Se quiser, o primeiro passo pra sair dessa situação é dar um fim nesse pensamento bitolado que você carrega. Chega de “não posso”, “não consigo”, “não dá”, sem isso mais. Esses pensamentos te limitam e são por causa deles que você acha que seu impasse é maior do que você.

Pare de achar que sua dificuldade é maior que você! Mesmo que ela realmente pareça maior!

Golias era maior do que Davi e mesmo assim o gigante foi vencido. Faraó possuía bem mais poder que Moisés, só que isso não fez diferença alguma quando chegou o momento dos hebreus serem libertos. Gideão só tinha 300 homens contra um exército numeroso, e ainda sim saíram vitoriosos.

Todos os exemplos acima enfrentaram dificuldades aparentemente bem maiores do que eles, só que optaram por não enxergar de maneira comum. Isso é fé! Crer naquilo que não vemos, ter a certeza de que algo vai acontecer mesmo que as circunstâncias não apontem para isso.

Daí tiramos o segundo passo: Contar com a ajuda de Alguém superior!

Apesar de tudo, o ser humano é limitado e somente com a força do braço ele não vence muita coisa não. Por isso ele necessita de uma ajuda, necessita de Deus! Todos os exemplos citados contaram com sua própria fé e com Deus. Sozinhos não seriam capazes de vencer, mas com Deus ao lado deles não houve obstáculo que os impedissem.

Não importa se é vício, doença, trauma, sentimento, enfim! Há jeito de superar e seguir adiante. Desistir e se conformar não é solução, é procrastinação! Se alie a Deus. Você verá que sua dificuldade será maior somente se você olha-la dessa forma.

Vencer não é fácil, mas é possível!

Desenrolando os fones da vida

Fones-de-ouvido

Chegam constantemente até nós inúmeras situações a serem resolvidas. Umas difíceis, outras nem tanto. O caso é que elas aparecem e gostam de dar a cara bem quando menos estamos preparados para elas. Sabe quando você guarda seu fone de ouvido no bolso e depois quando o tira ele está completamente embolado? É meio que isso! Dá o maior trabalhão desenrola-lo. Eu sempre me pergunto quando foi que meu bolso aprendeu a dar nós dessa forma.

Sempre haverão fones para nós desembaraçarmos na vida. Isso é imutável, independente de quem quer que você seja (ou ache ser)! A grande questão é a seguinte: Como você reage a isso?

Há diversos tipos de reações. Tem pessoas que se desesperam ao menor sinal de problema, não podem ver nada que só faltam sair gritando, fazendo a maior algazarra. Tem outras que são totalmente opostas. A reação destas é não reagir. Deixam que a onda de problemas os afoguem sem a menor resistência. Tem outros que fogem. Estão aqui num instante e logo não estão mais. A reação que você tem diante de uma situação complicada é o que determina seu sucesso em resolve-la.

Deixa eu te contar uma coisa, quanto mais essas situações são complicadas, mais elas tendem a mexer com o nosso emocional. Com o emocional atingido você se desestabiliza. Então o primeiro passo para se livrar de um problema é não deixar seu emocional aflorar com ele. Os melhores resolvedores de problemas são aqueles que não se deixam levar pelas circunstâncias.

É importante também que você olhe a situação de forma terceirizada, como se uma pessoa não envolvida nele olharia. Normalmente assim conseguimos ver melhor o todo e, quem sabe, até a solução.

Usar a razão para resolver situações difíceis creio que nunca fez mal a ninguém, já usar a emoção…

Entenda o seguinte: Não é o que acontece conosco que determina se venceremos ou não, e sim o que acontece em nós! A nossa reação indica se conseguiremos ou não desemaranhar os nós dos fones da vida!

Desperdiçadores do AGORA

“Eu agora não posso!” “Agora não dá, deixa pra mais tarde.” “Depois eu faço isso.” “Mais tarde eu faço aquilo.”

Todos esses são pensamentos não valorizam o agora, sendo ele a única coisa que temos para mudar o rumo da nossa história. Pensamentos que conduzem quem os possui a ficar com a vida estagnada, ao mesmo tempo que os conforta de qualquer pesar. Devido a isso, eles são bem perigosos à nossa evolução, pois quem é que cresce na vida portando consigo pensamentos como esses?

O que mais a sociedade faz nos tempos atuais é jogar fora o presente momento da vida dela. Gasta tempo com tudo o que não lhe trará proveito algum no futuro, e ainda por cima se queixa pelo estado em que se encontra.

São inúmeras as pessoas que vivem reclamando de tudo e de todos a quem quiser ouvir. Reclamam dos seus trabalhos, dos seus filhos, dos seus maridos, das suas esposas, das contas, do país, das dores, enfim, de tudo! Desperdiçam o seu agora com reclamações sobre tudo o que as incomodam, mas não fazem nada para mudar. Se essas pessoas usassem o tempo que gastam com reclamações pensando em algo que possam fazer no objetivo alterar as situações que não gostam, com certeza estariam aproveitando bem melhor o agora delas.

Os seres humanos ficam com a mente no passado, no futuro, em tudo o que é canto, menos no agora. Pense bem, o que você está fazendo agora? Está na internet lendo este post, certo?. Mas se você está “lendo” (apenas passando o olho, no caso) pensando no que vai fazer daqui a algumas horas ou se perguntando quanto falta pra acabar esse texto, isso mostra que você é um péssimo gestor do seu tempo. Sim, péssimo gestor pois não está com sua mente focada no agora, e sim está pensando naquilo que você não pode controlar.

“Quando ficar velho eu vou pra igreja.” “Mais pra frente eu deixo de errar.” “Vou esperar um pouco para me entregar a Deus.” Esses são mais exemplos de pensamentos que te fazem ficar parado na vida, os quais te condenam sem que você nem perceba. Quem pensa assim está agindo como se pudesse ter o controle do tempo, o que é tolice! Mesmo que ingenuamente, são pensamentos prepotentes. Quem garante que você vai chegar na velhice ou se vai ter como esperar mais um pouco? Isto não está em suas mãos. O que está em seu poder é o agora!

Portanto, decida AGORA se entregar. Decida AGORA deixar de lado aquilo que você tem errado. Decida AGORA fazer algo a respeito da sua vida. Mesmo que não dê pra realizar nesse exato instante, a decisão deve ser imediata.

“Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.”

(Isaías 55:6)

#JejumDeDaniel #Dia21

O papel de Deus

images

O conceito do que as pessoas pensam a respeito do que Deus deve fazer por nós é muito errado. A mente da sociedade hoje é formada a partir de pensamentos egoístas e preguiçosos, por isso acham que Deus tem a obrigação de fazer tudo por elas, se Ele não faz logo não existe ou não se importa.

Não é bem assim!

O ser humano foi criado com tudo o que precisa para conseguir o que deseja. É altamente limitado, mas possui uma força além do que ele mesmo compreende: a fé! Sim sim. Essa é a força que é a cada dia mais deixada de lado pelas pessoas.

O caso é que o verdadeiro sentido da fé é totalmente distorcido. Hoje fé é o mesmo que religião, atualmente ela é sinônimo de algo totalmente inútil e descartável, sendo que não é. Se você parar para prestar atenção, tudo a sua volta é movido a base da fé.

Ao ser contratado para trabalhar, você precisa de fé para acreditar que a empresa que te contratou vai ser boa para sua vida, e vice-versa. Quando você vai jogar bola para descontrair, você tem fé que saberá jogar bem na hora, sem passar vergonha. Ao ir para faculdade você usa sua fé para crer na capacidade dos professores em lhe ensinar. Posso ficar o dia todo dando exemplos diários de atitudes de fé!

Sendo assim, sabendo desse poder, devemos ter a consciência de que é nosso e exclusivo o papel de agir. O papel de Deus é nos auxiliar, pois com um suporte como o d’Ele não tem como nada dar errado no que pretendemos fazer.

“Fizeste-o, no entanto, por um pouco, menor do que Deus e de glória e de honra o coroaste.” (Salmos 8:5)

Deus não age! Ele reage!

#JejumDeDaniel #Dia20